Sintomas e tratamento da hepatite B

A hepatite é a inflamação do fígado causada geralmente por infecção de um vírus, e em raras ocasiões por intoxicação. O principal sintoma é a icterícia, a qual produz na pele uma coloração amarelada. Ao inflamar-se o fígado bloqueia o fluxo da bile e a unção do fígado é alterada., os agentes causadores são germes, dando lugar à hepatite de três tipos: A, B e C. Os sintomas comuns da hepatite B, são comuns aos três tipos, o indivíduo se sente como se tivesse gripe e, geralmente, sente cansaço, diarreia, vómitos , febre, perda de apetite e dor de estômago e apenas em algumas pessoas apresenta escurecimento da urina, fezes claras e de cor amarelada da pele. De acordo com a forma em que se contrai o vírus da hepatite, fala-se de: – Hepatite epidemiológicas, quando se contrai de forma direta, como a ingestão de um alimento em más condições: leite ou frutos do mar, por exemplo. – Hepatite de inoculação, quando se contrai durante um ato terapêutico que traga consigo a injeção de sangue ou outros produtos que contenham, ou pela utilização de material contaminado, como agulhas ou seringas. Para verificar se alguém tem ou não hepatite, o médico pode realizar dois tipos de testes:um através da análise de sangue ou hematológico e a outra, através de biópsia, com a qual se extrai um pedaço do órgão para analisar os tecidos ao microscópio e ver se estão ou não danificados. As possibilidades de tratamento são duas: a primeira trata-se administrar um medicamento, por exemplo, infecção, o paciente deve ser um tempo de cerca de quatro meses, aproximadamente, e a outra, está destinada para casos mais específicos, em que o fígado está danificado e sem funcionar, o que exige um tratamento mais complexo, exigindo uma cirurgia de transplante de fígado. Imagem de: huaral