Reflexão sobre a dieta e o treino

Olá a tod@s, com esta nova entrada no blog pretendo deixar minha visão sobre as dietas e o treino de acordo com a minha experiência. Quando alguém diz que está a dieta automaticamente sugere a outra pessoa duas sensações opostas: E é a realidade. Muitas vezes vos tereis encontrado com a necessidade de ter que tirar um "tupper" ou simplesmente um saudável lanche de frango e nesse momento todos os olhares se escondem. Comentários loucos pulam para a palestra: "...olhe para o outro com a dieta...", "...este só come arroz e galinha...". Infelizmente no meu caso eu tinha em minhas carnes essa situação, quando não tenho necessidade de receber este tratamento. Pois sim, é o que há, mas o mais triste ainda que elas te criticam, realmente, no seu interior, gostaria de poder ter a capacidade de poder machacarse e estabelecer um plano dietético. Eu, depois de muitos anos de treino e a dieta, mas eu não chamo desta forma, eu simplesmente gosto de chamar como cumprir com os hábitos alimentares que a pós-nos a relatar os benefícios que, em seguida, acompanhados do correspondente exercício físico, faz-nos sentir bem com nós mesmos e ao mesmo tempo orgulhosos. Pois, neste contexto, poderíamos eliminar tudo aquilo que tenha conotação de rigor, posto que a mesma palavra dieta leva implícito, e desta forma nos referimos como o nosso plano! Seguro que focalizando o assunto deste modo, tudo será muito mais suportável e, sobretudo, não afetará que as mínimas de câmbio abandonar o referido plano. Pois isso é extrapolado perfeitamente ao domínio do treino. Nunca devemos entender dois conceitos, dieta e treino, como algo necessário e estabelecido à força, porque aí precisamente começa o fim. Mas, do mesmo modo, também é preciso manter um critério mínimo e dedicação, porque também não se trata de fazer a lei do mínimo esforço. Haverá que estabelecer um compromisso. Podemos então traçar um plano, o qual manteremos sempre que pudermos, e se alguma vez, por motivos que quer que seja, nos vemos "obrigados" a nos desviarmos mínima e pontualmente, o dont worry!, que tudo não vai estar constantemente trabalhando e ejercitándonos, são necessários momentos de muito comum, entendidos todos eles como ir a uma festa, celebração, tomar algo com os amigos,..., desfrutar do momento. Mas amigo: segunda-feira te quero voltar a ver a sala de musculação ou fazendo algumas braçadas na piscina! No meu caso, durante a semana eu mantenho esses hábitos, mas quando chega o fim-de-semana, se quiser, que será sempre que sim, pois a modo de homenagem e/ou prêmio ao esforço realizado, tomou algumas cervejas com os meus amigos e família, fazer uma refeição fora do normal, algumas vezes "homemade" e outras em alguma pizzaria. Vou deixando, deste modo, algumas receitas, tanto para a semana de esforço, como para uma ocasião especial. Dentro destas gosto sempre de me optar por elaborar eu mesmo minhas receitas, porque eu também sou um grande apaixonado da cozinha, embora pote logo minha imagem possa constituir outro conceito, nada mais longe da realidade. Eu gosto de variar as minhas fontes de macronutrientes e não me limitar a comer sempre "típico", que muitos já saberão por onde eu vou. Para terminar dizer que os seguintes itens mantendo a filosofia que quero transmitir no blog, toda ela baseada na minha experiência, e, portanto, vou continuar publicando as entradas referidas sobre nutrição e treinamento. Uma saudação! Parte 2