Exames médicos recomendados aos 40 anos

A melhor solução para lutar contra as doenças é a prevenção, por isso é recomendado fazer um check-up geral uma vez ao ano, para descartar qualquer possibilidade de doença, embora não haja desconforto ou sintomas. Recomenda-Se a avaliação anual do Índice de Massa Corporal, para avaliar os riscos que possam existir de uma alteração. Quando o IMC encontra-se na faixa de normalidade, entre 20 e 25, há que tentar manter o peso, ter uma alimentação saudável e equilibrada, ou seja, que proclamam todos os nutrientes, prática regular de exercício físico e evitar o consumo de tabaco. Com um IMC entre 25 e 30 já costuma ser aconselhados a perda de peso através de dieta e exercício e superiores a 40, já se colocam tratamentos mais agressivos para conseguir reduzir o peso. É fundamental o controle periódico da pressão arterial. Quando você medir, registam-se dois valores: O primeiro valor, a pressão sistólica, que mede a pressão gerada pelo batimento do coração, o segundo valor, a pressão diastólica mede a pressão que existe entre duas batidas do coração. Os valores da pressão arterial em adultos deveriam situar-se abaixo de 140 mm/Hg para a pressão sistólica abaixo de 90 mm/Hg para a pressão diastólica. É recomendável fazer também um teste de audiometria, para medir e avaliar se existe perda de audição e teste de acuidade visual, que se realizam através de testes e exames não agressivos e muito simples. Não há que ignorar realizar um exame de sangue, para fazer um hemograma e ver a contagem de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Também, uma bioquímica sangüínea para determinar o estado em que se encontra o rim e o fígado e ver se há risco de diabetes, assim como, os níveis de colesterol no sangue. É importante não descartar uma análise de urina e eletrocardiograma, esta última para avaliar o estado do coração. Por último, em mulheres com mais de 40 anos sebe de realizar uma densimetría óssea, para medir a massa óssea do paciente e diagnosticar se existe ou há risco de sofrer de osteoporose. Este teste é especialmente recomendado em mulheres após a menopausa e voltar a fazê-lo pelo menos uma vez por ano. Imagem de: entrepadres