Como prevenir a Varicela

A varicela é uma doença muito contagiosa, causada pelo vírus Herpes Zoster e se manifesta de duas formas diferentes: uma em crianças, de forma leve e freqüente na infância. Desta doença nesta fase da vida é, em geral, benigna e não apresenta complicações, podendo durar de uma a duas semanas. Outra manifestação é na idade adulta, como Herpes Zoster, onde se reativa o vírus e é uma doença muito mais grave. Cabe dizer que, em crianças menores de 2 anos, em adultos e em pessoas imunodeprimidas, a catapora pode causar complicações muito graves e se as grávidas que não tenham sofrido a doença, contagiam-se durante os primeiros meses da gravidez, o feto pode sofrer malformações. Entre os principais sintomas, destaca-se a febre, que costuma durar cerca de três dias, dor de cabeça e de garganta, mal-estar geral, falta de apetite e vômitos, tosse e muco no nariz e na pele, particularmente na cabeça, face e tronco, aparecem erupções cutâneas, que se transformam em vesículas, cheias de líquido, que mais tarde se transformam em crostas que provocam muita coceira e urticária. A catapora acontece por contato direto com as lesões do doente, por inalação do líquido das vesículas ou de secreções respiratórias, ou por obejetos contaminados por estas duas últimas. Para a prevenção da varicela e, especialmente, se so se já teve a doença, será muito importante para evitar o contato direto com o doente e com as secreções respiratórias do doente de varicela: desinfetar corretamente os utensílios que estiveram em contacto com o doente, evitar compartilhar o quarto do doente e visitá-lo durante a sua doença. A varicela é possível evitar, através de duas vacinas: 1) Imunização ativa: vacina antivaricela É uma vacina muito eficaz, especialmente em relação às formas mais graves de varicela, é administrada entre os 10-14 anos de idade as crianças que não passaram a varicela, também reduz a doença em pessoas suscetíveis que tenham estado expostas ao vírus, se administrado nos três primeiros dias após o contato, mas não é aplicável para aqueles que a sofrem. 2) Imunização passiva: imunoglobulina A imunoglobulina humana antivaricela, administrada por via intramuscular, é usada para prevenir a doença em grupos de alto risco que tiveram contato com um doente de varicela e que não podem receber a vacina, como grávidas, inmunodeprimidos ou recém-nascidos cujas mães não têm passado a varicela. Fonte Imagem Galeria de peru, lili eta marije/flickr.