Alimentos ricos em Vitamina A ou Retinol

A vitamina a, também conhecida como retinol ou antixeroftálmica, é, ao igual que o resto de vitaminas, fundamental para o bom funcionamento do organismo, já que ajuda na formação e boa manutenção dos dentes, tecidos moles e ósseos, das membranas mucosas e da pele. O nome de retinol vem dado, porque gera pigmentos necessários para o funcionamento da retina, daí que se ressalte sua importância para manter uma boa visão. Além disso, tem um grande número de propriedades muito benéficas para a saúde, como nos proteger das radiações solares ou ajudar para que as feridas cicatricen, para citar algumas. É, portanto, um nutriente essencial para o ser humano. Daí a importância de se consumir alimentos ricos em vitamina A regularmente. Existem dois tipos de vitaminas: aquela que vem de alimentos de origem animal (Retinol) e Carotenóides, que são de origem vegetal. A vitamina a é armazenado principalmente no fígado (90% do total), o que pode garantir as reservas durante vários meses. Também é armazenado na retina do olho. Na hora de tomá-la, há que ter em conta vários aspectos, como a mais segura é a forma de Beta-caroteno ou que o sol, e a destrói de forma completa. Também há que ter em consideração que em produtos enlatados perdeu quase 30% do total de vitamina A e que os alimentos fritos fazem com que desapareça esta vitamina. Em troca, ele oferece suporte a cozedura dos alimentos, já que é muito estável ao calor. As principais propriedades benéficas para a saúde de vitamina a ou Retinol seriam: – Aumento da imunidade. – Proteção contra as radiações solares. – Ajuda a prevenir as doenças crônicas. – Previne o aparecimento de infecções nas mucosas. – Ajuda a cicatrizar feridas. – É um importante anticancerígeno. – É de fundamental importância para o desenvolvimento do corpo. – Evite problemas oculares, como a cegueira noturna, xeroftalmia e o glaucoma. – Previne a aterosclerose e o colesterol alto. – Serve para lutar contra o envelhecimento da pele, mantendo a elasticidade e hidratação. Também ajuda a eliminar as manchas senis. – Aumenta a fertilidade masculina e feminina, já que intervém no processo de formação de esteróides e na síntese de progesterona. – É importantíssima para o bom funcionamento e manutenção de ossos, cartilagens e dentes. A quantidade diária recomendada de vitamina A é de 5000 UI (ou 3 mg de beta-caroteno) em homens e 4000 UI (ou 2.4 mg de beta-caroteno), para mulheres. Apesar de sua importância, é importante saber que a vitamina A é lipossolúvel, o que, ao contrário das vitaminas do grupo B, vitamina C, não se elimina com facilidade o que pode dar-se um excesso no organismo, o que daria lugar a uma série de efeitos adversos para a saúde, como náuseas, irritabilidade, anorexia, vômitos, dor de cabeça, dor e fraqueza muscular, sonolência, visão turva e estados de alteração mental. Além disso, um consumo elevado de vitamina A pode resultar em diminuição da massa mineral óssea em pacientes crônicas, as consequências podem ser ainda mais negativas. Pelo contrário, a carência de vitamina A no organismo tem uma série de conseqüências negativas, como pele e cabelos secos, assim como quedas, visão turva, úlceras corneas, unhas desconchadas e secas, inflamação das membranas e perda de elasticidade das mucosas, perda rápida de vitamina C, infecções reiterativas, atraso no crescimento, hiperplasia óssea, entre outras. Para uma melhor assimilação da vitamina A é importante tomar vitamina e e C, já que a protegem a sua oxidação, assim como a vitamina B, que ajuda a armazená-la para preservá-lo. Como vemos, a vitamina a é essencial, por isso é importante tomar alimentos ricos em vitamina A. A melhor maneira de atender às necessidades diárias é ter uma dieta equilibrada e variada. Estes são alguns dos alimentos que podemos encontrar quantidades significativas de vitamina A: – Frutas: melão, pêssego, tangerina, ameixa seca, damascos, damasco. – Frutos secos: amendoim, amêndoa, pistaño... – Legumes: cenoura, salsa, acelga, espinafre, endibia, abóbora, tomate, pimentão. – Leguminosas: feijão e soja. – Cereais: Milho, trigo, germe de trigo, farinha de trigo integral e branca. – Óleos: azeite, soja e girassol. – Carnes: fígado, frango. – Peixes: anguilla, frutos do mar, sardinha. Como curiosidade, comentar que o óleo de fígado de bacalhau tem um altíssimo teor de vitamina A – Vários: gema de ovo e alga nori.